Enter your keyword

post

Equilíbrio entre Teologia e Espiritualidade

Equilíbrio entre Teologia e Espiritualidade

  •  Por uma espiritualidade saudável

Por uma espiritualidade saudável

Uma espiritualidade eficaz é uma espiritualidade saudável

A espiritualidade pentecostal dá ênfase à presença de Deus em sua vivência diária, e em consequência ter muitas experiências com Deus, levando o pentecostal a admirar a plenitude do divino, a ter sentimentos de elevação da alma a Deus; experiências estas que mais tarde servirão de base para a racionalização da fé. Porém ao racionalizar a fé corre-se o risco de perder “o primeiro amor” no dizer dos pregadores pentecostais; para evitar isto proponho os seguintes cuidados.

  • Equilíbrio como base para saúde espiritual

Equilíbrio como base para saúde

Fé e razão em sintonia

Criar um equilíbrio entre fé e razão; conhecimento e devoção; Teologia e espiritualidade, pois nossa vida espiritual depende do equilíbrio em todas as coisas. Sempre que uma dimensão destas e colocada de lado, abre-se espaço para compreensões equivocadas da fé;

Ao estudar a Palavra de Deus ou fazer teologia, cria-se a sensibilidade para a atuação do Espírito Santo,

dando-se liberdade a ele para falar ao coração, além disso, meditar e refletir racionalmente sobre aquilo que está sendo aprendido na Palavra.

  • O lugar da Teologia na espiritualidade

O lugar da Teologia na espiritualidade

Aprender a contemplar a Deus através da Teologia

Uma das grandes conquistas espirituais é aprender a contemplar a Deus através da Teologia, isto é um desafio enorme, porque somos tentados a nos orgulhar do conhecimento adquirido ou tentar mostrar para os outros o que sabemos, mas a melhor forma é abrir os olhos para contemplar Deus através do conhecimento. Os antigos monges desenvolveram uma Teologia orante, em que tudo o que aprendiam eles apresentavam diante de Deus em oração e o adoravam com o aprendizado alcançado;

O teólogo precisa fazer com que se centro de gravidade seja para fora de si, para o outro.

O conhecimento teológico sempre é para servir os outros, nunca para benefício ou engrandecimento próprio. Claro que crescemos e temos benefícios com o aprendizado, mas o motivo principal é o desejo de servir em humildade os outros com nosso conhecimento;

O ponto de partida de todo fazer teológico é a nossa comunidade de fé, a nossa igreja na qual congregamos. Se meu estudo não me permitir mais estar com meus irmãos, então não estou apto para servir o povo de Deus, pois o seu povo precisa de mim e porque precisa eu me disponho a servir com humildade a todos;

  • Um exemplo a seguir

Um exemplo a seguir

O teólogo do coração e do intelecto

Um bom exemplo a seguir é o de Jonathan Edwards. Considerado o teólogo do coração e do intelecto, afirmou em sua obra Um tratado sobre os afetos religiosos disse que a verdadeira religiosidade reside no coração, a sede dos afetos, emoções e inclinações.

Ao mesmo tempo, ele descreve com detalhes os tipos de emoções religiosas que são em grande parte irrelevantes para qualquer aferição de uma verdadeira espiritualidade. Ele acentua, em síntese, que

não é a quantidade de emoções que indicam a presença da verdadeira espiritualidade, mas a origem de tais emoções em Deus e a sua manifestação através de obras consoantes com a lei de Deus.

Que Deus abençoe o seu desejo de estudar a sua Palavra através da Teologia.

No Comments

Add your review

Your email address will not be published.